INGLÊS | A MINHA EXPERIÊNCIA

19:00


Hoje venho partilhar as minhas dicas para melhorar o Inglês. Talvez já todos saibam inglês mas eu não. Sou uma nódoa. Também é um facto que existem muitas dicas na Internet. Eu vim partilhar as minhas.

- LER - Escolham livros com cuidado. Eu comprei um, The Art of Mending, 3 euros. Iniciei a leitura com vontade mas ainda existe muito vocabulário que dificulta a interpretação. Mas eu não desisti. Vou tentar ler algo, em formato digital, para pré-adolescentes. Esta opção ajuda sem dúvida em reconhecer a forma escrita de algumas palavras e também expressões. 

- OUVIR - Se tiverem filmes preferidos vejam sem legendas. Ajuda imenso. Eu recentemente dei por falta das legendas a meio de uma série. GENTE fiquei feliz da vida! Não entendi uma fala e de repente fez-se o click! "Eu estava a ver isto sem legendas?! Inacreditável." Senti dificuldade e fui colocar mas se eu não me tivesse esquecido ainda hoje insistia nas legendas. Depois isto varia de séries para séries e de filmes para filmes. Mas esta técnica é das minhas preferidas. 

- ESCREVER - Esta é a minha nova opção preferida. Vou escrever todos os dias qualquer coisa. Por exemplo: coisas tão simples como relatar o vosso dia pode tornar-se uma tarefa difícil. Fazer um breve comentário de um episódio da vossa série preferida com alguém que também a veja. Recomendação de um livro/filme. Pequenos textos apenas. Eu já comecei e as minhas maiores dificuldades são os tempos verbais. Sou péssima. 

- TRADUZIR - Tentar traduzir textos pode ser interessante. Lembrei-me desta opção também como exemplo para o tópico de cima. Mas também pode ser traduzir para inglês. Talvez seja difícil mas eu vou experimentar. Livros de pré-adolescentes, mais uma vez, é capaz de ser uma opção mais simples para iniciar. 

Outras opções são ouvir músicas e traduzi-las, pessoalmente nunca adoptei esta opção. Falar com alguém que entenda um pouco melhor para poder ir corrigindo, já tentei e gostei. 

Enfim, lembrei-me de partilhar aqui aquela que tem sido a minha experiência sem investir em escolas onde temos de fazer imensos trabalhos e testes. Eu prefiro ir aprendendo assim e tenho sentido resultados. Vou andando ao meu tempo e agora que tenho mais vagar acabo por dedicar-me com mais afinco ao inglês. Claro que estas técnicas também devem servir para a maioria das línguas. 

Antes de me despedir queria também deixar aqui um canal que eu adoro caso queiram seguir. A Lucy dá aulas de inglês e tem um adorável sotaque. Adoro-a. 

You Might Also Like

1 comentários

  1. Acho que ler é uma excelente maneira, nem que para isso precisemos do tradutor ao lado para ir traduzindo algo que não entendemos, o meu primeiro livro em inglês foi o "A Culpa é das Estrelas" e apesar de ter sido uma leitura mais lenta, foi uma leitura fácil de perceber! =)

    MRS. MARGOT

    ResponderEliminar